Usuários do Zona Azul devem cadastrar ‘placa estrangeira’ para padrão Mercosul

Placa estrangeira
Placa Estrangeira Desde dezembro do ano passado, os veículos emplacados no Amazonas já fazem uso do novo modelo de placas padrão estabelecido pelo Mercado Comum do Sul (Mercosul). E aqueles que precisarem utilizar o sistema de estacionamento Zona Azul Manaus, devem fazer o cadastro usando o ícone “Placa Estrangeira”, tanto no site, quanto no aplicativo. A medida, segundo o Consórcio Amazônia, que administra o sistema de Zona Azul Manaus, deve ser feita até fevereiro, quando haverá a atualização do sistema. “Até lá, os usuários cujos veículos têm placas do padrão Mercosul deverão fazer o cadastro como placa estrangeira”, afirmou o diretor operacional do Consórcio Amazônia, Guilherme Ruiz. Créditos Para utilizar o sistema de estacionamento rotativo Zona Azul Manaus é simples: basta que o usuário faça o cadastro e adquira crédito (recarga) de R$ 2,45/hora, de forma online: através do site www.zamanaus.com.br ou pelo App Zona Azul Manaus. De acordo com o consórcio, o usuário pode se cadastrar e associar quantas placas de veículos desejar. Há, ainda, a opção de adquirir créditos diretamente nos mais de 50 pontos de venda (bancas de jornais e estabelecimentos comerciais distribuídos no Centro e identificados no site) ou, em último caso, com os monitores. “A única atenção que o motorista precisará ter é com o limite máximo de três horas de ocupação na mesma vaga. Essa praticidade tem agradado a todos que fazem uso do sistema como usuário cadastrado, sem precisar do monitor”, disse Ruiz. Vagas O sistema administra 2.673 vagas de estacionamento, disponíveis na Avenida Eduardo Ribeiro e nas Ruas 10 de Julho, Barroso, Henrique Martins, Rui Barbosa, 24 de Maio, Costa Azevedo, Marçal, Dona Libânia, Monsenhor Coutinho, Tapajós, Lobo D’Almada, Joaquim Sarmento, José Clemente, Ramos Ferreira, Frei Lourenço e Ferreira Pena. As referidas vagas atendem, com comodidade, a demanda de quem precisa estacionar no Centro de Manaus. Padrão A nova placa padrão Mercosul traz tarja azul, a bandeira do País de origem e possui diversos itens de segurança e prevenção à clonagem e falsificação. O Brasil é o terceiro País do Mercosul a adotar a placa. Os dois primeiros foram Uruguai, em 20015, e Argentina, em 2016. O Denatran estabeleceu até o dia 10 de dezembro de 2018, como data-limite para implantação do novo modelo de placa no Estado do Amazonas. Leia mais: Aplicativo Zona Azul facilita compra de crédito e agiliza estacionamento no Centro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *